Cursos de Equoterapia 2020

id: 12488
Data e hora do envio: 04/12/2019
Última modificação: 04/12/2019
Número do curso: 45
Título: 45º Curso Básico de Equitação para Equoterapia
Modalidade: Curso de equitação
Data de início: 09 de março de 2020
Data de término: 20 de março de 2020
Data limite para inscrição: 17 de janeiro de 2020
Data de seleção: 20 de janeiro de 2020
Data de pagamento: 07 de fevereiro de 2020
Status: Ativo
id: 12487
Data e hora do envio: 04/12/2019
Última modificação: 04/12/2019
Número do curso: 166
Título: 166º Curso Básico de Equoterapia
Modalidade: Curso básico
Data de início: 30 de março de 2020
Data de término: 03 de abril de 2020
Data limite para inscrição: 14 de fevereiro de 2020
Data de seleção: 17 de fevereiro de 2020
Data de pagamento: 21 de fevereiro de 2020
Status: Ativo
id: 12486
Data e hora do envio: 04/12/2019
Última modificação: 04/12/2019
Número do curso: 165
Título: 165º Curso Básico de Equoterapia
Modalidade: Curso básico
Data de início: 10 de fevereiro de 2020
Data de término: 14 de fevereiro de 2020
Data limite para inscrição: 09 de janeiro de 2020
Data de seleção: 10 de janeiro de 2020
Data de pagamento: 17 de janeiro de 2020
Status: Ativo
 

Artigos acadêmicos

A Equoterapia Como Recurso Terapêutico na Postura e na Complacência da Caixa Torácica em Crianças com Paralisia Cerebral

As alterações relacionadas à postura das crianças com Paralisia Cerebral influenciam diretamente o sistema respiratório das mesmas. O presente estudo teve como objetivo principal avaliar a postura e a complacência da caixa torácica de crianças com Paralisia Cerebral antes e após o tratamento de equoterapia. A pesquisa contou com a participação de 4 crianças entre 4 e 7 anos de idade, já praticantes do programa de equoterapia no Centro de Pesquisa e Equoterapia Haras Araranguá (CEPEHA) no período de maio a agosto de 2008. Foram realizadas no total 8 (oito) sessões de equoterapia com cada praticante, sendo uma vez por semana com duração de 30 minutos. Foi realizada uma avaliação Fisioterapêutica na qual constou a anamnese, exame físico, avaliação respiratória e avaliação postural e também foi analisado o músculo reto abdominal através da eletromiografia (EMG) antes e após o tratamento equoterápico. A saturação de oxigênio e a cirtometria em nível axilar, processo xifóide e abdominal foram verificadas antes e após cada sessão de equoterapia. Como resultado observou-se que as crianças com Paralisia Cerebral apresentam uma maior porcentagem da incidência de alterações ortopédicas em membros inferiores, seguida do tronco. Obteve-se o aumento do sinal eletromiográfico do músculo reto abdominal, uma melhora da expansão torácica e da saturação de oxigênio, sendo estatisticamente significativo tendo o p< 0,05. A pesquisa permitiu observar que a equoterapia melhora a postura e a expansão torácica de crianças com Paralisia Cerebral, causando uma melhora em toda mecânica ventilatória.

Ano de realização: 2007
Idioma(s): Português Brasileiro
Campo(s) de pesquisa: Fisioterapia
Nível acadêmico: Superior
Número de páginas: 11
Possui ilustração(ões): 1
Palavras-chave: equoterapia. paralisia cerebral. postura. expansão torácica.
E-mail: eve@unesc.net
evelin.vicente@terra.com.br
Endereço: Rua Athilio Bristot, 75/401
Bairro: Centro
Cidade: Criciúma
Estado: Santa Catarina
CEP: 88801016
Local de realização: Universidade do Extremo Sul Catarinense
País: Brasil
Cidade de realização: Criciúma
Estado de realização: Santa Catarina
País de realização: Brasil
Download: http://equoterapia.org.br/media/artigos-academicos/documentos/25111435_ARTIGO.doc