Cursos de Equoterapia 2021

1º Curso Básico de Equoterapia em Campo Grande

Data de início: 25 de outubro de 2021
Data de término: 29 de outubro de 2021
Data limite para inscrição: 29 de setembro de 2021
Data de seleção: 04 de outubro de 2021
Data de pagamento: 11 de outubro de 2021

3º Curso Básico de Equoterapia na Escola de Equitação do Exercito

Data de início: 08 de novembro de 2021
Data de término: 12 de novembro de 2021
Data limite para inscrição: 10 de outubro de 2021
Data de seleção: 13 de outubro de 2021
Data de pagamento: 29 de outubro de 2021

49º Curso Básico de Equitação para Equoterapia

Data de início: 06 de dezembro de 2021
Data de término: 17 de dezembro de 2021
Data limite para inscrição: 30 de outubro de 2021
Data de seleção: 03 de novembro de 2021
Data de pagamento: 20 de novembro de 2021

176º Curso Básico de Equoterapia

Data de início: 22 de novembro de 2021
Data de término: 26 de novembro de 2021
Data limite para inscrição: 26 de setembro de 2021
Data de seleção: 28 de setembro de 2021
Data de pagamento: 10 de outubro de 2021
 

O Projeto

Parceria CDCA e ANDE-BRASIL

O CDCA é o Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente do Distrito Federal – CDCA-DF, vinculado à Secretaria de Estado da Criança, é o órgão deliberativo da política de promoção dos direitos da criança e do adolescente, controlador das ações de implementação dessa política e responsável por fixar critérios de utilização e planos de aplicação do Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente – FDCA-DF.


O PROJETO


Com apoio do CDCA a ANDE-BRASIL gere o Projeto de Equoterapia “Despertar para uma nova vida”, que por meio da equoterapia, promove a melhoria na qualidade de vida de crianças,  adolescentes e jovens portadores de necessidades especiais, auxiliando-os na inclusão social e escolar, bem como na formação do cidadão; Oferece o atendimento de equoterapia para 70 pessoas com deficiência e/ou necessidades especiais, na faixa etária de 2 a 17 anos, oriundos das comunidades do Varjão, Granja do Torto, Paranoá, Planaltina, Sobradinho e Itapoã; Fortalece assim a rede  de Garantia de Direitos da Criança a do Adolescente, principalmente nos seus pilares relacionados à inclusão e proteção do indivíduo portador de necessidades especiais; Proporciona o  protagonismo juvenil por meio do estímulo à construção de uma terapia adequada às suas necessidades, com a qual se sinta comprometido e estimulado a realizar; Utiliza a equoterapia, como  prática focada no esporte, na saúde e na educação, como meio de inserção social e escolar de crianças de Regiões Administrativas do DF com altos índices de vulnerabilidade social.